UBERLÂNDIA: UM CASO PERDIDO PARA O FUTEBOL MINEIRO?

Uberlândia é Minas Gerais. Pode não parecer, mas é. Politicamente é. Culturalmente, a grande e próspera cidade do triângulo se parece mais com uma cidade do interior de São Paulo. Futebolísticamente falando, então, nem se fala. Ali predomina o imperialismo cultural de São Paulo, que possui tentáculos pujantes. 

Conheço vários Cruzeirenses em Uberlândia. Alguns juram de pés juntos que a China Azul é a maioria por lá, mas no fundo eles sabem que isso não corresponde à verdade. Lá há muito mais sãopaulinos, corintianos, palmeirenses do que qualquer torcedor dos times mineiros. 

Por que isso acontece? Penso que a distância de BH pode explicar um pouco. Além disso, existe o que já foi citado acima: o imperialismo cultural de São Paulo que influencia o sul e triângulo mineiro, bem como acontece com o norte do Paraná também. 

O Cruzeiro vai mandar o seu jogo contra o São Paulo em Uberlândia. Muitos já disseram: isso é inverter o mando de campo. De fato, acredito que teremos mais tricolores do que Cruzeirenses no Parque do Sabiá. 

A diretoria poderia ter mandado o jogo para Varginha ou Ipatinga, onde predomina a China Azul, mas optou por Uberlândia justamente porque sabia que ali há a possibilidade de um público maior, pelo tamanho do estádio e também pela presença de torcedores paulistas na cidade. 

Foi uma decisão de cunho mais financeiro do que técnico, para tentar amenizar o prejuízo da perda do Mineirão, devido à punição imposta pelo STJD graças a briga no Independência. Botem mais essa na conta dos brigões. Eu também queria esse jogo mais perto, ou numa cidade mais azul. Mas a diretoria tem suas razões e, por mais que discordemos, são legítimas. 

Há salvação para Uberlândia? Difícil, mas há. E pode começar no próprio domingo, com uma grande vitória do Cruzeiro sobre o tricolor paulista. Quem sabe assim, vendo de perto o campeão brasileiro, a próxima geração de torcedores se decidam pelo Maior de Minas, resgatando assim Uberlândia do cruel domínio dos paulistas.

(PC Almeida)

 


CACHORROS SABEM QUANDO OS DONOS ESTÃO TRISTES

cachorro1

Quem convive com um cachorro sabe: eles ficam ainda mais bonzinhos quando você fica triste e começa a chorar. E a ciência agora provou isso.

Pesquisadores da Universidade de Londres recrutaram 18 cachorros e seus donos. A ideia era simples: avaliar o comportamento dos cães em algumas situações. O teste aconteceu na casa dos voluntários. Enquanto simplesmente conversavam, os cachorros não davam muita bola. 

Seis deles até se interessaram quando o pesquisador ou o dono começaram a cantar. Mas quando um dos dois chorava, a maioria (83%) dos cachorros se aproximava. E vinham com a cabeça baixa e o rabinho entre as pernas – segundo a pesquisa, esse comportamento submisso pode ser sinal de empatia.

“Os cachorros se aproximaram sempre que alguém chorava, independentemente da identidade da pessoa. Portanto, eles respondem às emoções das pessoas, não apenas às próprias necessidades, o que parece ser um comportamento empático, para oferecer conforto”, explica Jennifer Mayer, uma das autoras da pesquisa.

 

TRABALHAR MENOS PODE SALVAR O MUNDO

Se animou com a ideia? Pesquisadores do Centro de Pesquisa Econômica e Política dos Estados Unidos também. E não é por preguiça. É pelo meio ambiente: trabalhar menos pode reduzir o aquecimento global.

Mas isso, infelizmente, não quer dizer que você deveria trabalhar só 4 dias por semana. Segundo a pesquisa americana, diminuir 0,5% da jornada de trabalho anual seria suficiente para fazer oaquecimento global cair pela metade até o fim deste século. Isso significa que, caso você trabalhe 40 horas por semana, deveria reduzir apenas 12 míseros minutos de expediente por dia.

Para chegar ao cálculo, os americanos usaram dados de outros estudos. E, de acordo com eles, o acréscimo de 1% no horário de trabalho aumenta em 1,5% as emissões de gases de Efeito Estufa. É que durante o expediente, geralmente, utilizamos mais eletricidade e gasolina (pense na quantidade de ar condicionado e computadores ligados no prédio de uma grande empresa). Logo, um bom jeito de proteger o mundo contra mudanças climáticas é aumentar os dias de folga.

Ah, aliás, eles até acham que a redução na carga horária de trabalho faria bem, já que um descanso extra pode aumentar a produtividade.

Conta essa pro seu chefe.

 

HAMBÚRGUERES DE LANCHONETES POLUEM MAIS DO QUE CAMINHÕES

Você também acha difícil acreditar nisso? Parece impossível um inocente hambúrguer frito em uma chapa emitir mais gases do que um veículo movido a diesel? Pode parecer loucura, mas a ciência diz que sim, é possível.

E a diferença não é pequena. Segundo pesquisa da Universidade da Califórnia, um caminhão de 18 rodas precisa rodar 230 quilômetros para soltar a mesma quantidade de partículas que um único hambúrguer frito numa chapa de lanchonete. Isso porque na hora da fritura, ele libera partículas da gordura, fumaça, calor, e outros gases emitidos na combustão.

Ainda assim, como pode um hambúrguer pequenino ser mais poluente do que um caminhão gigante? Bem, dizem os pesquisadores que o problema está no controle de emissão de gases. Enquanto os veículos são fiscalizados e obrigados a instalar equipamentos para reduzir a liberação de poluentes, as chapas das lanchonetes passam incólumes. Aí o hambúrguer vira um inimigo pior ao meio ambiente do que um veículo pesado.

 

TRAIR AUMENTA CHANCE DE MORRER DE INFARTO

Diz o ditado que “homem que trai o pipi cai”. Mas o problema pode ser mais sério ainda. Ter uma amante pode custar a vida destes cretinos dos homens que traem.

O aviso vem de uma pesquisa da Universidade de Florença, na Itália. Os pesquisadores revisaram estudos anteriores sobre as causas e efeitos da infidelidade e perceberam uma tendência mortal:homens que traem correm mais risco de sofrer infarto fatal.

Um dos estudos revisados veio de uma universidade da Alemanha. Os pesquisadores de lá avaliaram casos de infarto durante o sexo. E a maioria dos homens que morreram nessas situações estava traindo suas mulheres.

Em janeiro deste ano, o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos, fez estudo semelhante. Após analisarem as autópsias de mais de 5 mil homens, eles descobriram que, entre aqueles que morreram durante o sexo, 75% estavam com as amantes.

Os pesquisadores não sabem exatamente por que, mas desconfiam de vários motivos. Primeiro, os homens casados costumam se envolver com menininhas mais novas. E eles trabalham duro para dar conta do sexo com elas. Sem contar a alimentação nada saudável: pizzas, hambúrgueres e aquela porcariada toda, que só vão gerar preocupação nelas anos mais tarde.

Dentro dessa conta de problemas, o homem ainda soma um sentimento de culpa (poxa). Quando eles ainda gostam da mulher, a chance de trair e ter um infarto é maior ainda. “Ele pode punir a si mesmo por trair esta parceira”, diz a pesquisadora Alessandra Fisher (aspas do Daily Mail). E eles ainda tendem a ficar mais estressados.

 

SUPERAÇÃO: "ME DERAM 6 MESES DE VIDA", DIZ HERSON CAPRI, SOBRE CÂNCER DE PULMÃO

Herson Capri foi diagnosticado com câncer de pulmão, em 1999

No ar como o piloto de avião Ricardo de "Em Família", Herson Capri lembrou o período em que teve câncer de pulmão e contou que foi desenganado pelos médicos, que chegaram a dar apenas seis meses de vida ao ator.

 

"Fui desenganado. O médico disse à minha mulher: 'Olha não dou seis meses de vida'. Foi em 99. Tive o acolhimento da família e a vontade. Saí dali [do hospital] andando. Comecei a correr. Acredito muito em exercício físico. [Hoje] estou 'inteiraço'. Malho, corro. Faço 7 quilômetros. Estou bem pra caramba. É a vontade de espírito", relatou o ator durante participação no "Encontro com Fátima Bernardes".

 

Depois de fumar por 30 anos, Capri descobriu que estava com o tumor em 1999. Na entrevista, ele não deu detalhes sobre o tratamento contra a doença.

 

 

ESPECIALISTA EM ÁLCOOL AFIRMA QUE BEBER ATÉ 13 LITROS DE CERVEJA POR DIA NÃO CAUSA PROBLEMAS DE SAÚDE

Especialista afirmou que beber até seis litros de cerveja por dia não causa problemas para as pessoas. Dr. Kari Poikolainen, que trabalhava para a Organização Mundial de Saúde como perito em álcool, analisou décadas de pesquisas sobre os efeitos da substância.

 

Ele acredita que consumir bebida alcóolica só se torna prejudicial quando as pessoas ultrapassam 13 garrafas por dia. O cientista finlandês disse: " O peso da evidência mostra que o consumo moderado é melhor do que abster-se”.

 

Ele acrescentou que beber um pouco mais de uma garrafa de vinho por dia não prejudica a saúde. Mas há pessoas que questionam o estudo. Isso porque nenhuma evidência foi apresentada para os resultados obtidos até o momento.


 

FÁBIO VÊ BRASILEIRO MAIS FORTE ESTE ANO, MAS CONFIA NAS CHANCES CELESTES

Jogador mais experiente do elenco no Cruzeiro e há mais tempo no time celeste, o goleiro Fábio disse que o Campeonato Brasileiro de 2014 será mais difícil que o do ano passado, quando a equipe cruzeirense foi campeã com quatro rodadas de antecedência. O experiente camisa 1 considerou o clube celeste um dos maiores favoritos para conquistar o bicampeonato.

 

"Sabemos que em cada ano a dificuldade aumenta, as equipes se reforçam, mas o Cruzeiro também se reforçou, ficou equipe mais forte do que era ano passado", comentou Fábio, em entrevista à Rádio Globo Minas. "Mas a gente tem de mostrar isso em campo. A Libertadores é sonho, desejo, mas também  queremos o Brasileiro", acrescentou. 

 

O Cruzeiro estreou bem no Brasileirão, mesmo com a opção de Marcelo Oliveira, que escalou o time B, em Salvador, apenas com um titular: Fábio. A equipe cruzeirense conseguiu vencer o Bahia, por 2 a 1, e voltará a campo no próximo domingo, contra o São Paulo, em Uberlândia, pela segunda rodada do Brasileirão. Marcelo Oliveira decidirá durante a semana qual time escalará.

 

"O grupo é acostumado com essas disputas pelo Brasileiro e Libertadores, o grupo gosta disso, clássicos, grandes jogos, o grupo fica motivado quando pode jogar, a gente espera conseguir as vitórias, os objetivos nestes dois jogos", comentou Fábio, que não fica fora das partidas.

 

O goleiro celeste mostra confiança no bicampeonato nacional e vê o Cruzeiro forte no Brasileirão. "A gente se reforçou, as outras equipes também, a gente tem condições de sair de 2014 com o título, assim como os times que se reforçaram, mas a gente sabe que tudo se decide dentro de campo", observou..

 

 

EM VÍDEO, BERNARDO FEZ HOMENAGEM À MADRASTA NO DIA DAS MÃES

Bernardo Uglione Vídeo Youtube (Foto: Reprodução)

O menino Bernardo Uglione Boldrini fez uma homenagem no Dia das Mães de 2011 à madrasta Graciele Ugulini na escola onde ele estudava em Três Passos, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. As imagens estão disponíveis em um vídeo publicado pelo Colégio Ipiranga na internet.

O menino de 11 anos foi encontrado morto na noite de segunda-feira (14) em um matagal de Frederico Westphalen, cidade a cerca de 80 km de Três Passos. Ele estava desaparecido desde o dia 4 de abril. Segundo a Polícia Civil, o médico Leandro Boldrini, pai do garoto, a madrasta Graciele e a amiga do casal Edelvania Wirganovicz são suspeitos do crime.

Publicado no dia 9 de maio daquele ano, o vídeo mostra os alunos do colégio homenageando as mães pela data. No final da gravação, os alunos aparecem segurando cartazes com o nome das mães. Em vez de homenagear a mãe biológica, Bernardo aparece sorridente com um cartaz com o nome “Keli”, como Graciele era conhecida, escrito ao lado de um coração.

A mãe biológica de Bernardo, Odilaine Uglione, havia morrido pouco mais de um ano antes. De acordo com a polícia, Odilaine cometeu suicídio dentro do consultório do marido e pai de Bernardo no dia 10 de fevereiro de 2010.

Em outro vídeo da escola, publicado em 10 de agosto de 2013, Bernardo participa de uma homenagem ao Dia dos Pais. Ao lado de colegas, ele encena uma coreografia. Uma das últimas imagens do garoto antes de sumir também foi registrada na escola, em uma apresentação teatral..

 

BRASIL VOLTA A TER UMA DAS MAIORES TAXAS DE INFLAÇÃO DO MUNDO

Depois de quase duas décadas de estabilidade, o Brasil voltou a figurar em um ranking nada lisonjeiro: o das nações com as maiores taxas de inflação do mundo. No país, enquanto as famílias lutam para acomodar a disparada dos preços em um apertado orçamento — da batata inglesa às carnes, da gasolina ao plano de saúde, tudo aumentou —, nos Estados Unidos, o governo torce pela elevação da carestia e, na Europa, o valor de produtos e serviços caiu tanto a ponto de a ameaça de deflação pôr em risco a recuperação da região.

Desde o início de 2011, quando a presidente Dilma Rousseff tomou posse, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a carestia oficial no país, avançou 22%. Ou seja, em média, a cada ano, a inflação engoliu 6% da renda da população. Tamanho descuido com esse mal produziu um efeito indesejado, como mostra levantamento realizado pelo Correio, com base em uma lista de 16 economias monitoradas pelo Banco Central. Os dados indicam que a nossa carestia só não foi maior do que o custo de vida observado em três vizinhos sul-americanos: Venezuela, Argentina e Uruguai.

 

Ao estimular o consumo sem a devida contrapartida da produção, tudo o que o governo Dilma conseguiu foi produzir mais inflação. Há quatro anos consecutivos, o custo de vida sobe muito acima do centro da meta perseguida pelo BC, de 4,5%. Em 2014, a estimativa da instituição é de que os preços ultrapassem os 6%. Pelos cálculos do mercado, o IPCA romperá o teto da meta, de 6,5%, entre maio e junho próximos, e encerrará o ano em 6,47% — a maior taxa desde 2011..

 

 

GOVERNO MUNICIPAL PROMOVE A 6ª EDIÇÃO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Planejamento, dá início a 6ª edição do Orçamento Participativo chamando novamente a sociedade para construir junto com a Administração o Plano de Ações e Execução Orçamentária para o ano de 2014/2015.

"“È um espaço democrático onde cada cidadão tem a oportunidade de expor as necessidades e as prioridades de investimentos para a sua comunidade”", disse o prefeito Dr. Lucas Campos de Siqueira.

De acordo com o prefeito, de 2010 até abril de 2014 já foram investidos mais de 30 milhões de reais em obras e serviços atendendo às demandas apontadas nos OP’s.

“Somente neste primeiro quadrimestre de 2014, já foram realizadas 44% de atendimento orçamentário nas ações constantes do OP para este ano”, apontou o prefeito lembrando que 11 das 39 ações elencadas pelas comunidades já foram executadas pela Administração Municipal.

As reuniões do OP terão início no próximo dia 29 de abril (terça-feira) para as comunidades do Belvedere, Café Mineiro, Matinha, Manoel Nunes, Olimpio Nunes e São Cristóvão.

A coordenadora da Secretaria de Planejamento, Jô Caixeta, explica que as reuniões acontecem de terça à quinta-feira, às 19h, atendendo todas as regiões do município. “Serão 13 encontros regionais, culminando com o Congresso no dia 5 de junho..

 

MC GUIMÉ DIZ QUE GANHA ATÉ R$ 450 MIL POR MÊS E NÃO CONSIDERA MACONHA DROGA

MC Guimê no programa

MC Guimê revelou que seu grupo ganha R$ 700 mil por mês e ele pessoalmente embolsa de R$ 400 a R$ 450 mil reais mensalmente.

 

"Mas para alguém que ganha R$ 2 milhões eu não sou rico", completou ao ser perguntado pelo entrevistador Mário Sérgio Conti se não seria contraditório o fato de muitas de suas músicas lidarem com o fato de não ser compreendido pelos mais ricos.

 

Guimê falou que apesar do sucesso mantém as mesmas amizades das origens humildes em Osasco e que é grato pelo funk ter permitido que ele realizasse diversos sonhos junto de sua família. "Ainda sou aquele garoto de Osasco", disse.

 

"Maconha não considero droga"

 

O funkeiro também admitiu que fuma maconha e que não a considera uma droga. "Até hoje sou usuário de maconha, não considero uma droga, pude ir pra Amsterdã e conhecer um pouco mais do que eu uso. Estou assumindo aqui porque sou homem", falou, completando que acredita que álcool é potencialmente muito mais perigoso do que a maconha. "Eu mesmo fico muito mais doidão quando eu bebo do que quando fumo".

 

INSETO FÊMEA ENCONTRADO NO BRASIL TEM PÊNIS E PENETRA MACHO POR 70 HORAS

O órgão erétil feminino é inserido no macho para sugar esperma e comida (Foto: Kazuniro Yoshizawa/Divulgação/BBC)

Cientistas japoneses afirmam ter descoberto no Brasil um inseto fêmea com pênis. Esta é a primeira vez que especialistas identificaram um animal do sexo feminino que também carrega o órgão masculino.

Já os machos possuem aberturas parecidas com vaginas e são penetrados pela fêmea, que suga esperma e alimento (fluidos seminais nutritivos).

O acasalamento dura de 40 a 70 horas, relatam os pesquisadores na revista "Current Biology".

"Apesar da inversão do papel sexual já ter sido identificada em vários animais, o Neotrogla é o único exemplo em que o órgão sexual também é trocado", disse o principal autor do estudo, Kazunori Yoshizawa, da Universidade de Hokkaido, no Japão.

Os insetos – de quatro espécies distintas do gênero Neotrogla – foram encontrados em cavernas de Minas Gerais, da Bahia e do Tocantins. O pênis da fêmea foi apelidado de "gynosome".

Uma vez dentro do macho, a parte membranosa do "gynosome" se infla e, com inúmeros espinhos, mantém os dois insetos grudados.

Quando os pesquisadores tentaram separar o macho da fêmea, o abdômen dele foi arrancado do tórax sem quebrar o acoplamento genital.

Essa inversão incomum de papéis pode ter sido impulsionada pelo ambiente pobre de recursos em que os animais vivem, especulam os pesquisadores. Nesse caso, a fêmea aproveita o acasalamento também para se alimentar.

Esses insetos curiosos oferecem novas oportunidades para testar ideias sobre seleção sexual, conflitos entre os sexos e evolução dessa "novidade".

"Será importante desvendar por que, entre tantos animais com papéis sexuais invertidos, apenas os insetos Neotrogla desenvolveram um pênis feminino elaborado", disse Yoshitaka Kamimura, da Universidade de Keio, também no Japão.

Agora, a primeira tarefa dos cientistas será estabelecer uma população saudável desses insetos em laboratório..

COM CÂNCER TERMINAL, PAI PEDE PARA FILHA SE "CASAR" AOS 11 ANOS

Com câncer terminal e à beira da morte, Jim Zetz, de 62 anos, simulou um casamento para que sua filha, Josie Zetz, de 11 anos, pudesse entrar com ele na igreja. Com câncer de pâncreas estágio 4, Zetz caminhou com a adolescente até o altar para o pastor declarar os dois “pai e filha".

Emocionado, o pastor Gary Galbraith conduziu a cerimônia.   

— Seu pai não poderá acompanhar seu casamento, mas hoje ele está aqui  para te levar ao altar.

Ao final da cerimônia, Josie e Zetz deram as mãos e compartilharam um momento de silêncio antes de irem até a recepção. “No futuro, isso vai significar muito para Josie. Ela sempre vai se lembrar deste dia”, afirmou Zetz. 

 

ATÉ 60% DAS BRASILEIRAS COM MAIS DE 60 ANOS MANTÊM VIDA SEXUAL ATIVA

Elas são avós e até bisavós. Mas esqueça aquela imagem da senhora tradicional, que se dedica apenas a cozinhar para os netos e cuidar do lar. As mulheres de 70 anos de hoje malham, vão ao cinema, frequentam restaurantes com os amigos, saem para dançar e têm vida sexual ativa. Sim, nunca as mulheres da terceira idade fizeram tanto sexo.

De acordo com a psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Projeto Sexualidade (ProSex), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, 50% a 60% das mulheres brasileiras de mais de 60 anos mantêm uma vida sexual ativa.

Uma pesquisa americana revelou recentemente que o sexo só melhora ao longo da vida. Segundo Iris Krasnow, professora de Jornalismo e Estudos Femininos da American University, que entrevistou 150 mulheres entre 20 e 90 anos, mulheres com mais de 70, 80 ou até 90 anos desfrutam a melhor atividade sexual de suas vidas.

Mais longevas e preocupadas com a saúde, as mulheres também têm cuidados com o corpo até mais tarde. A aposentada Marli Westphal, de 63 anos, dois filhos e uma neta, corre 10 km todo dia, faz musculação e pilates. "Quanto mais exercícios eu faço, melhor eu me sinto. Estou muito satisfeita com o meu corpo", diz ela, que tem 1,68m e 64 kg. A vida saudável contribui para um sexo de mais qualidade, garante Marli, que é casada há 30 anos. "Tudo funciona melhor. O sexo está quase 100% mais gostoso do que quando eu era jovem."

Para André Pernambuco, médico-assistente da disciplina de Geriatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a mudança se deve também a fatores culturais. "Elas viveram a revolução sexual, o que provocou uma mudança de comportamento enorme. Hoje a mulher de 70 anos é uma jovem. É a nova mulher de 50", afirma. 

 

TOMAR A FAMOSA PILULA AZUL É COISA DO PASSADO! EMPRESA LANÇOU O SORVETE FEITO COM VIAGRA

Uma fabricante britânica de sorvete inventou uma sobremesa que pode ajudar com a disfunção erétil: sorvete aromatizado com Viagra. O produto contém cerca de 25 mg de Viagra por colher média. Ele foi criado a partir de um pedido específico de uma celebridade de South Wales, Inglaterra, a empresa de sorvete. O inventor, Charlie Francis Harry, acrescentou o Viagra ao sorvete e usou champanhe para dar sabor e completar sua receita.

O Viagra está disponível em 25, 50 e 100 miligramas. Para a maioria dos doentes, a dose recomendada é de 50 mg. O inventor da receita afirma: "É tudo muito secreto. Tivemos de assinar um acordo de confidencialidade para que eu não revelasse o nome do cliente. Tudo o que eu estou autorizado a dizer é que foi feito para uma festa, que eles estavam muito felizes com o resultado final e que eu fiz ‘a quantidade necessária’”.

Charlie, que no ano passado conseguiu fazer o primeiro sorvete que brilha no escuro do mundo, usando uma proteína responsável pela luminescência da água-viva, diz que, embora a criação do sorvete tenha sido muito divertida, a terceirização do Viagra foi "constrangedora".

Sua equipe agora está trabalhando na criação do primeiro sorvete inflamável do mundo. Esta não é a primeira vez que o sorvete de Viagra ganhou as manchetes dos jornais do mundo. Com sede em Londres, Os Icecreamists, famosos pelo seu leite gelado da Lady Gaga, têm servido seu “Sex Bomb”, usado como um estimulante erétil. (PN)

 

QUEM VÊ MUITA TELEVISÃO MORRE MAIS CEDO

Como se não bastasse a acusação de emburrecer as pessoas, a tevê encara outro problema, ainda mais grave: pesquisadores da Austrália descobriram que passar muito tempo em frente à telinha pode encurtar seus anos de vida.

Eles acompanharam 8,8 mil adultos, nenhum com histórico de doenças cardíacas, por mais de 6 anos. Durante o período, 284 pessoas morreram – a maioria passava mais de 4 horas, diariamente, vendo televisão. Segundo a pesquisa, quem  gasta tanto tempo assim com a tevê tem 80% mais chances de morrer por conta de doenças do coração do que os telespectadores menos vorazes, que passam, no máximo, 2 horas por dia. E mais: o risco de morrer por conta de qualquer outro motivo aumenta 46%.

Ou seja, quanto mais tempo em frente à tevê, mais perto você fica da morte. E, nesse caso, uma hora a mais faz toda diferença. Cada hora extra aumenta em 11% o risco de morrer – e em 18% a chance de sofrer alguma complicação cardíaca fatal.

Mas a tevê, coitadinha, nem é a maior culpada. As porcarias que você come enquanto vê tevê também não.  O problema mesmo é ficar tanto tempo sentado. “Quem passa muitas horas em frente à tevê fica muito tempo sentado, e isso, invariavelmente, resulta na ausência de movimento muscular”, explica o pesquisador David Dunstan. Segundo ele, essa falta de movimento pode prejudicar o metabolismo do seu corpo. 

 

PESSOAS FELIZES VIVEM MENOS

Tudo o que é bom dura pouco, né?

Pesquisadores dos EUA analisaram os perfis de crianças lá dos anos 20 até a velhice. E descobriram que, em geral, as que eram descritas como “muito alegres” na escola morreram mais jovens do que os colegas mais reservados.

Triste, né? Mas as hipóteses que tentam explicar o fenômeno divertem. Segundo os especialistas, as pessoas mais cheias de alegria de viver tendem a ser mais “soltinhas” e despreocupadas, e por isso fazem escolhas mais aventureiras e perigosas.

Outro perigo de ser alegre demais – “especialmente em momentos inapropriados”, destaca o estudo – é acabar irritando os rabugentos ao redor, o que pode fazê-los se rebelarem contra vocêe, bem, quem sabe, até te matar.

É sério.

HOMENS GOSTAM DE MULHERES COM BRAÇOS COMPRIDOS

 

Decotão, saia curta, barriga de fora, salto alto para ficar mais alta… Não adianta. O que chama mesmo a atenção dos homens é um par de brações bem compridos. Pelo menos é o que dizem pesquisadores da Universidade de New South Wales, em Sydney, na Austrália. 

Durante o estudo, voluntários (um grupo de australianos e outro de chineses, para evitar qualquer inclinação cultural nos resultados) assistiram a vídeos de 96 mulheres, todas entre 20 e 49 anos, e avaliaram a atratividade de cada uma de acordo com suas características físicas. 

No fim das contas, os pesquisadores notaram que o comprimento dos braços foi o fator mais importante para certas moças serem consideradas atraentes, seguido pelo tamanho da cintura e dos quadris. Já o comprimento das pernas não foi significativo nas avaliações.

 

HOMENS GORDINHOS SÃO MELHORES DE CAMA

Corpão pra quê? Esperta(o) é quem escolhe ir pra cama com um gordinho. A dica não é de pesquisadores da Universidade de Erciyes, na Turquia. De acordo com um estudo feito por lá, homens que estão acima do peso são menos propensos à ejaculação precoce e tendem a durar quatro vezes mais durante o sexo do que os colegas em forma.

O motivo da diferença, os cientistas sugerem, é que quanto mais cheinho o cara é, maior a presença do hormônio estradiol, tipicamente feminino, em seu corpo. O estradiol mexe com o balanço químico interno do homem e faz com que ele demore mais para “chegar lá”.

Mas o fato é que, gordo ou magro, os números do estudo estão longe de ser animadores: os voluntários que tinham índice de massa corporal (IMC) normal aguentavam, em média, 1,8 minutos até ejacular. Já os caras com IMC acima do ideal conseguiam se manter por, em média, 7,3 minutos. O que, convenhamos, não é lá grande motivo de orgulho para ninguém. 

 

ESTUDO: USO EXCESSIVO DO FACEBOOK FAZ CAIR AUTOESTIMA DE MULHER COM O CORPO

Quanto mais tempo gastavam no Facebook, mais as mulheres entrevistadas na pesquisa comparavam os próprios corpos aos das amigas

Quanto mais tempo as mulheres passam navegando no Facebook, mais elas sentem-se insatisfeitas com o próprio corpo, aponta uma pesquisa da Universidade de Strathclyde, no Reino Unido.

 

A autora do estudo, Petya Eckler, entrevistou 881 estudantes universitárias sobre o uso do Facebook, imagem corporal, hábitos alimentares e exercícios físicos.

 

A pesquisadora percebeu que havia uma relação entre o tempo gasto no Facebook e a autoestima das estudantes. Quanto mais tempo gastavam na rede social, mais as mulheres entrevistadas ficavam comparando os próprios corpos aos das amigas.

 

Como consequência, elas passaram a dar mais importância à própria aparência física e ter sentimentos negativos sobre o próprio corpo ao ver as imagens de outras mulheres. A maioria das entrevistas (86%) afirmou querer perder peso, por exemplo.

"A atenção a atributos físicos pode ser até mais prejudicial nas redes sociais do que na mídia tradicional, porque as comparações são feitas com pessoas que conhecemos", afirma Eckler.

 

As comparações, prossegue a pesquisadora, são muito mais relevantes para a mulher quando são feitas com pessoas próximas. Mas as confrontações tendem, no final, a ser tão irrealistas quanto às feitas com modelos e atrizes que aparecem em revistas e na TV, indica a pesquisa.

 

Embora a pesquisa aponte que não há uma relação direta entre o tempo maior de navegação no Facebook e o desenvolvimento de distúrbios alimentares, a baixa autoestima corporal pode sim, gradualmente, levar ao problema, alerta Eckler. 

 

 

 A MENOPAUSA MASCULINA: ENTENDA MAIS SOBRE A ANDROPAUSA

Engana-se quem pensa que a menopausa ocorre apenas com mulheres. A mesma pode ocorrer com homens, recebendo um outro nome: Andropausa. Por isso, preparamos um texto só para tratar desse tema, que ainda é pouco conhecido pelos homens. Vamos conferir?

SINTOMAS

Os sintomas da Andropausa geralmente passam despercebidos pelos homens e acabam se confundindo com sintomas do estresse diário. Isso porque, na maioria das vezes, os sintomas são os mesmos: cansaço, falta de libido, aumento da gordura corporal e até mesmo problemas de memória.

Na maioria das vezes, a menopausa masculina se inicia com sintomas bem leves, o que faz com que dificilmente os homens consigam identificá-los e caracterizá-los. Além disso, os níveis hormonais diminuem drasticamente. Assim como a menopausa, a andropausa causa indisposição, calor excessivo e bastante cansaço.

DIAGNÓSTICO

A melhor maneira de diagnosticar a andropausa é através de exames de sangue associados ao histórico clínico do paciente. No exame é possível calcular a dosagem do hormônio testosterona no sangue, fator que aponta se a pessoa está ou não na andropausa.

Além disso, problemas como disfunção erétil e a ejaculação precoce podem surgir neste período. Por isso que a melhor maneira de contornar essa situação é buscar auxílio de um andrologista, que indicará o melhor tratamento.

TRATAMENTO

O tratamento, desde que conduzido por profissionais especializados, é simples e objetivo. Geralmente aplicam-se doses de testosterona no paciente e, se necessários, outros hormônios através de injeções, géis ou até mesmo adesivos. Entretanto, existem alguns casos em que essa aplicação torna-se dificultada, por exemplo, quando o paciente tem apneia do sono, câncer de próstata, insuficiência cardíaca ou epilepsia.

É importante salientar que a reposição de hormônios não irá aliviar por si só os sintomas, sendo necessário também uma mudança de hábitos. Caminhadas, alimentação saudável e busca pela perda de peso são extremamente importantes nesta situação. Além de melhorarem a qualidade de vida do homem, estas medidas também trazem mais disposição e auxiliam na melhora do condicionamento físico do paciente.

Compreensão e paciência são grandes aliados para homens que estão passando pela Andropausa. Acompanhar e entender as mudanças físicas e psicológicas do envelhecimento auxiliam muito neste momento e traz um melhor entendimento do que se passa. É importante também o apoio das companheiras do paciente, evitando cobranças e expectativas referente as disfunções e possível falta do desejo sexual de seu parceiro. 

 

COMO NOS COMERCIAIS! CONHEÇA O SEGREDO PARA UM CABELO PERFEITO

Seus cabelos não têm volume? Então, fique atenta a uma dica que promete te render fios como os dos comerciais de televisão. Tudo não passa da ordem em que os produtos são aplicados durante o banho.


Quem testou foi a repórter Anna Pursglove, do Daily Mail, que contou que sua rotina de cuidados com o cabelo era como a de qualquer mulher. Ela nada mais era do que lavar os cabelos duas vezes com xampu e aplicar o condicionador massageando os fios. Mas o brilho durava pouco e logo eles se tornavam sem vida e volume novamente.

No entanto, o certo seria aplicar o condicionador e, então, lavar. A explicação para isso é que não adianta tirar os resíduos dos fios e depois condicioná-los, pois o produto abaca deixando o cabelo pesado e sem volume. 

Apesar de ter achado o procedimento fora das regras, a jornalista seguiu com a técnica e conquistou um efeito bem diferente, como mostra a foto. 

 

 

CALMANTE É O MEDICAMENTO MAIS RECEITADO NO PAÍS

Uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos mostra que o calmante rivotril (ansiolítico) foi o medicamento mais prescrito pelos médicos entre fevereiro de 2013 e fevereiro de 2014. Foram 1,380 milhões de prescrições. A associação compilou o ranking dos 20 medicamentos mais receitados no Brasil durante o período. A pesquisa se baseou nos indicadores do Close Up,  instituto que audita receita médica no País.

Ainda de acordo com o levantamento, em segundo lugar do ranking está a losatana potássica, usada para hipertensão arterial, com 1,373 de receitas. Em terceira posição aparece o Glifage, remédio utilizado para tratamento de diabetes, com 1,131 milhão.

O levantamento ainda mostra que os genéricos já somam 13 produtos no ranking, o que corresponde a 65% do total. Segundo a presidente executiva da PróGenéricos, os genéricos atendem mais de 95% das doenças catalogadas pelo Ministério da Saúde.

— A pesquisa nos mostra que os genéricos hoje já são maioria nas prescrições, mas é importante ressaltar que a categoria de medicamentos está preparada para substituir todos os outros produtos em que o médico optou prescrever pela marca.

Com preço 35% inferior aos produtos de referência, como determina a lei, os genéricos são os únicos produtos que atualmente podem substituir os produtos de marca indicados nas receitas. Isso ocorre por que passam por testes que garantem qualidade, eficácia e segurança idênticas aos do produto inovador. A troca pelo genérico pode ser feita pelo farmacêutico e requisitada pelo consumidor. (PN)

 

PESQUISA REVELA PORQUE AS MULHERES FINGEM PRAZER NA HORA DA RELAÇÃO ÍNTIMA

Imagem para Pesquisa revela porque as mulheres fingem prazer na hora da relação íntima

Um estudo divulgado no Journal of Sexual Archives explica o motivo pelo qual as mulheres fingem atingir o ápice em uma relação íntima. Segundo ele, a ideia não se prende apenas para manter o relacionamento seguro, mas também para se sentirem mais excitadas.
 
A pesquisa realizada nos Estados Unidos foi realizada com 481 mulheres com idade média de 20 anos, e que não estavam no momento em relacionamentos sérios. Os motivos mais citados por elas foram:
 
1. Enganação altruísta (fazer com que o homem se sentisse melhor);
2. Medo e insegurança (fugir de sentimentos ruins sobre a experiência);
3. Aumentar a excitação (entrar no clima);
4. Encerramento da vida íntima (fazer com que o ato se encerre rápido).


De acordo com o pesquisador Erin Cooper, o terceiro item mostra avanços na autodeterminação feminina na cama. A pesquisa, no entanto, se deu apenas com mulheres mais jovens. Estudos anteriores indicam que mulheres nesta faixa etária têm mais dificuldade em atingir o ápice de verdade em relação às que estão em relacionamentos sérios. (PN)
 

 

PESQUISA REVELA QUE CHÁ VERDE DEIXA AS PESSOAS MAIS INTELIGENTES

Imagem para Pesquisa revela que chá verde deixa as pessoas mais inteligentes

Cientistas descobriram que o chá verde, além de ser saudável é bom pra mente. 

Uma pesquisa realizada na Universidade de Basel descobriu que a bebida aumenta a conectividade do cérebro, tendo melhorias nas tarefas realizadas após o consumo do chá. Ele está sendo usado para tratar pessoas que perderam a memória, através de um distúrbio psiquiátrico ou a demência.

Todos os voluntários receberam uma dose do chá antes de praticar tarefas que exercitavam a memória. Após exames, os resultados comprovaram que houveram alterações de conectividade entre o parietal e o córtex frontal do cérebro.

O estudo foi publicado na revista Psychopharmacology. 

 

 

TER UMA NOITE DE MÁ SONO ENVELHECE O CÉREBRO EM 5 ANOS, DIZ ESTUDO

Os pesquisadores americanos descobriram que apenas três ou quatro anos de padrões quebrados de sono estão ligados a uma perda de memória e concentração. Eles dizem que o sono de má qualidade aumenta o risco de se ter prejuízos nas faculdades mentais em até 50%, o equivalente a um aumento de cinco anos na idade cerebral.

O líder do estudo, Dr. Terri Blackwell, do Instituto de Pesquisa Médica do da Califórnia, em São Francisco, disse: "Foi a qualidade do sono que previu o declínio cognitivo futuro no presente estudo, não a quantidade. Com a taxa de comprometimento cognitivo e aumentando a alta prevalência de problemas de sono em idosos, é importante determinar potenciais associações com o sono e o declínio cognitivo”.

A notícia veio apenas meses depois que um estudo revelou que ficar sem dormir por apenas uma noite provoca alterações no cérebro semelhantes às que ocorrem depois de um golpe na cabeça. Pesquisadores, da Universidade de Uppsala, na Suécia, descobriram níveis de substâncias químicas que funcionam como biomarcadores para a ascensão de dano cerebral após a privação de sono.

Eles acreditam que isso acontece porque o cérebro geralmente sofre com substâncias tóxicas durante o sono e os biomarcadores aumentam-nas em resposta ao súbito acúmulo dessas substâncias após uma noite sem dormir.

Os pesquisadores suecos disseram que seu estudo apoia outros estudos anteriores, que ligava a falta de sono ao aumento do risco da doença de Alzheimer, Parkinson e esclerose múltipla.

"Em conclusão, os resultados do nosso teste indicam que uma boa noite de sono pode ser essencial para a manutenção da saúde do cérebro”, disse o  professor Christian Benedict, da Universidade de Uppsala.

 

PSICÓLOGA DÁ DICAS PARA APIMENTAR O SEXO EM CASAMENTOS MORNOS

Com a correria do dia a dia e os inúmeros afazeres, a mulher, muitas vezes, acaba deixando a vida sexual em segundo plano e, com isso, pode prejudicar o relacionamento. "Não acredito que seja por falta de desejo, mas sim por tempo hábil e energia que muitas mulheres deixam o sexo em segundo plano. Com tantas responsabilidades, o sexo fica para o fim da noite, depois de ter trabalhado 8 horas, passado no mercado, cuidado dos filhos, etc. E depois das 11 h da noite toma um banho e, se não estiver exausta, quer ter um tempo para e-mails pessoais ou algo que deixou de fazer e, aí sim, o sexo", diz Mariana Yamada, psicóloga especialista em relacionamentos da agência Lunch 42.

A principal reclamação dos homens é em relação à frequência, porque, no geral, eles veem o sexo de uma forma mais cotidiana do que as mulheres. Especialmente em situações em que o relacionamento é longo, propor algumas formas de apimentar a relação é fundamental. "O segredo é apimentar a relação na medida, conhecendo bem o seu parceiro e entendendo o que ele toparia ou não", afirma.

Veja algumas dicas da especialista para aumentar o apetite sexual em longos relacionamentos:

1. Converse sobre o tema. Tem casais juntos há vinte anos que apenas fazem sexo mas não conversam a respeito. Fale do que gosta mais, do que não gosta. Traga o tema para a conversa.

2. Faça do sexo uma ocasião especial. Ter apenas transas rotineiras é maçante. Combine um dia de irem ao motel, transem de forma inesperada enquanto o filho está fora de casa, façam sexo no chuveiro. Façam coisas diferentes.

3. Tentem novas posições ou brinquedos para a relação. As mulheres podem investir em lingeries sensuais ou até cursos de strip-tease.

4. Tirem um dia para um day-spa juntos; aumenta o clima romântico e a intimidade do casal.

5. Mantenha sua identidade e se cuide individualmente. O parceiro vai perdendo o interesse na medida em que o outro se acomoda e deixa de se cuidar. Sinta-se atraente para que possa ser sempre desejado.

6. Procure profissionais de saúde e especialistas caso tenha alguma disfunção. Não há idade para sexo e todos podem transar e ter prazer.

7. Conheça melhor a si mesmo. A masturbação é a melhor forma de saber o que lhe dá prazer.

 

LONGAS JORNADAS NO COMPUTADOR PODEM PREJUDICAR A VISÃO; VEJA CUIDADOS

É comum encontrar pessoas que passam muito tempo em frente ao monitor ou algum eletrônico. Essa prática, no entanto, pode causar efeitos colaterais na visão e demanda cuidados especiais.

 

O problema mais comum causado pelo uso de aparelhos que emitem luz é chamado de Síndrome da Visão Cansada. Ela ocorre porque os olhos ficam "sobrecarregados", pois estão focados na leitura a todo o momento.

 

"Os sintomas mais comuns da visão cansada são enxergar imagens borradas, dor de cabeça, ardência e olhos secos", conta o oftalmologista José Ricardo Abreu Reggi, do Hospital Santa Isabel.

 

Os olhos ficam ressacados porque, durante o uso de monitores, por exemplo, o usuário pisca até 30% menos do que em situações normais, de acordo com Reggi.

 

Em casos extremos, a falta de lubrificação pode causar perda de sensibilidade na córnea, um processo chamado hipoestesia. "Quando o usuário não pisca, a córnea fica menos sensível e isso pode levar até a inflamações e ulcerações", explica Pedro Antonio, oftalmologista do Hospital de Olhos Paulista.

 

Quem utiliza lente deve tomar ainda mais precauções com o ressecamento, uma vez que o contato do produto com os olhos precisa de lubrificação.

 

Mantenha o monitor posicionado entre 50 cm e 70 cm do rosto

Faça visitas de rotina aos especialistas

Faça pausas de cinco minutos durante o expediente

Aplique colírios lubrificantes

 

 

Cuidados

Uma vez que o trabalho moderno está diretamente ligado ao uso dos PCs e por isso é muito difícil se afastar deles, algumas atitudes podem diminuir o impacto do computador na visão.

 

A oftalmologista Amaryllis Avakian, do Hospital das Clínicas de São Paulo, recomenda descansar a vista durante o expediente. "É bom fazer pausas de um a cinco minutos para descanso da visão e relaxar a focalização. Nesse intervalo não vale ler ou fazer qualquer outro esforço visual para perto. O objetivo é descansar a visão", afirmou.

 

Outras dicas incluem usar colírios lubrificantes, visitar um especialista em consultas de rotina, evitar reflexos na tela e reduzir o brilho dos dispositivos.

 

 

MAIS DE 21% DOS JOVENS BRASILEIROS TÊM DEPRESSÃO; 5% TENTARAM SUICÍDIO, DIZ LEVANTAMENTO

Mais de 21% dos brasileiros de 14 a 25 anos têm sintomas indicativos de depressão. Entre as mulheres, a proporção é ainda maior e passa de 28%, segundo dados do 2º Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), divulgado nesta quarta-feira (26) pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Os pesquisadores do Lenad avaliaram os indicadores do transtorno por meio de uma ferramenta de diagnóstico validada no país, a escala CES-D. Eles alertam, no entanto, que a diferença de gêneros pode se dar simplesmente porque as mulheres tendem a relatar mais seus sintomas e procurar ajuda.

Suicídio

Na população de adolescentes e jovens adultos, quase 1 em cada dez já pensou, em algum momento, em tirar a própria vida – índice que foi semelhante entre os jovens dos dois sexos; 5% dos jovens declararam já terem feito alguma tentativa de suicídio.

A OMS prevê que até o ano de 2020 a depressão passe a ser a segunda maior causa de incapacidade e perda de qualidade de vida na população mundial. 

"Este tipo de dado causa um pouco de espanto, pois se pensarmos na faixa etária, diríamos que estão na chamada 'flor da idade'. E, novamente, as meninas são a maioria. Porém, é bom lembrarmos que elas costumam relatar mais facilmente seus sentimentos e opiniões que os garotos", salienta a psicóloga e doutora em psiquiatria Ilana Pinsky, uma das responsáveis pela pesquisa.

 

ESTUDO DIZ QUE  MULHERES SE SENTEM INVISÍVEIS APÓS OS 51 ANOS

Um estudo realizado com 2.000 mulheres pelo site A.Vogel apontou que a maioria delas sente não receber mais a atenção esperada dos homens depois de atingir os 51 anos, sendo que muitas delas ainda dizem ser ignoradas pelo sexo oposto após esta idade. Mais da metade das entrevistadas ainda relatou um sentimento de intimidação pela presença de mulheres mais jovens em eventos sociais.

Mas quais são as causas desses sentimentos de desprezo e intimidação? Segundo a pesquisa, após os 51 anos as mulheres relatam ter baixa autoconfiança e ainda apontam os cabelos brancos, a necessidade de usar óculos e a dificuldade para encontrar roupas da moda que vistam bem em seus corpos como efeitos da “invisibilidade” perante o sexo oposto.

A pesquisa ainda mostrou que mais de dois terços das mulheres acima de 45 anos que entram em um local com homens se sentem completamente ignoradas por eles. Mais da metade das entrevistadas disseram se sentir “deixada de lado” e “julgada negativamente” por causa da idade. Apenas 15% das mulheres acima dos 45 anos que participaram do estudo relataram ter alta segurança, enquanto metade se descreveu como sem nenhuma segurança. Segundo elas, a maior causa do declínio de autoconfiança é o sentimento de ter tido a imagem deteriorada com o passar dos anos.

A pesquisa também examinou os efeitos causados pela menopausa na autoconfiança feminina de acordo com o envelhecimento. Os resultados mostraram que cerca de uma em cinco mulheres que passam pelos sintomas da menopausa tem dificuldade em encontrar respostas para as perguntas sobre o que estão enfrentando no momento e que apenas 13% delas têm um bom apoio nesta fase. O estudo, que também envolveu 500 homens, ainda mostrou que muitos deles se abstraem em relação à chegada da menopausa nas mulheres.

Porém, estas mulheres acima dos 51 anos que se sentem invisíveis de acordo com a idade devem-se lembrar de que seus interesses não são desprezíveis e que seus méritos devem ser ressaltados, já que muitas delas são “peça-chave” por trás de toda a família, driblam a vida familiar com a profissional e são responsáveis pela educação dos filhos.

 

MULHERES CONTAM MITOS SEXUAIS QUE APRENDERAM COM PORNOGRAFIA

A pornografia pode dar impressões erradas sobre o que é o sexo no mundo real: os corpos esculturais e bronzeados, as posições acrobáticas e o prazer que leva homens e mulheres a um estado de loucura são apenas alguns deles. Por isso, o Huffington Post organizou uma lista de 11 coisas que as mulheres aprenderam com a pornografia, mas descobriram que eram apenas mitos quando tiveram suas próprias experiências sexuais. Veja:

Corpos anormais: elas pensavam que teriam que fazer cirurgia estética nos lábios vaginais e sentiam vergonha de ficarem nuas em frente ao parceiro porque se viam como aberrações em comparação às estrelas do cinema pornô.

Tudo se concentra no prazer masculino: elas pensavam que fazer sexo era como dar prazer ao homem e fingir um orgasmo. Elas também aprenderam com a pornografia que era normal o homem não se importar com o prazer da mulher.

Ser sexy é incrivelmente específico: as mulheres pensavam que, para ser sexy, era preciso fazer coisas como uma dança ou até um strip-tease. Mas descobriram que cada mulher é sensual do seu próprio jeito.

Homens não gostam de mulheres com pelos: elas pensavam que os parceiros esperavam que a região íntima da mulher estivesse sempre sem qualquer pelo.

Chegar ao orgasmo é fácil: os filmes deixaram a impressão de que chegar ao clímax era muito mais fácil do que elas descobriram na prática. Por conta disso, chegaram a pensar que tinham algum problema, já que, na pornografia, o orgasmo é quase instantâneo.

Os homens só acham atraentes as mulheres saradas: descobriram que os corpos perfeitos são menos comuns e frequentes na realidade.  

Todos os pênis são circuncidados e têm 20 cm: a variedade é muito maior do que o mostrado na pornografia.

Posições sexuais extremas são agradáveis para o casal: elas descobriram que a maioria delas não é nada confortável e que a melhor coisa é o contato de pele com o parceiro.

É preciso fazer tudo que as atrizes pornôs fazem para agradar o parceiro: com o tempo, descobriram que não precisam deixar o homem ejacular no rosto delas se não quiserem. Ou forçar gemidos só para agradar o parceiro.

Homens estão sempre dispostos ao sexo: elas achavam que o parceiro sempre estaria pronto para uma noite excitante, mas descobriram que nem sempre eles conseguem ter ereção de uma hora para outra.

Sexo entre duas mulheres só acontece para homens assistirem: elas pensavam que relações sexuais lésbicas envolviam mulheres sensuais à espera de um homem para assisti-las.

 

BRASIL É O PAÍS MAIS FELIZ DO MUNDO, DE ACORDO COM O INSTAGRAM

Um novo e incomum relatório afirma que o Brasil é o país mais feliz do mundo. Os dados são confirmados após análise de selfiels no Instagram. 

Mais de 150 milhões de postagens na rede social foram examinadas para classificar os países. As fotos onde as pessoas apareciam sorrindo eram pontuadas, colocando nosso país como o mais alegre de todo o planeta. 

Os primeiros 10 países, inclusive, fazem parte fazem parte da América Latina, com exceção às Filipinas. O Brasil atingiu a pontuação de 60,8, num total de 100 pontos.

 

 

SUICÍDIO É A TERCEIRA CAUSA DE MORTE ENTRE JOVENS NO BRASIL, DIZ ESPECIALISTA

Relacionamentos ou lares desfeitos, aumento do uso de drogas e dificuldades financeiras são alguns dos problemas que levam pessoas ao suicídio. No Brasil, essa é a terceira causa de morte entre jovens (atrás apenas de acidentes e violência), segundo a psiquiatra Alexandrina Meleiro, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo)., uma das maiores especialistas do país no assunto.

 

Os transtornos psiquiátricos são o principal fator de risco para que alguém acabe com a própria vida. Segundo Meleiro, a depressão está em primeiro lugar (em 35% dos casos). Em segundo aparece a dependência de álcool e drogas e, em terceiro, a esquizofrenia. Por isso é muito importante combater o estigma que essas doenças possuem, ressalta a médica. 

"Os homens se suicidam mais, mas as mulheres tentam mais o suicídio", comenta a psiquiatra em relação aos brasileiros. Mas ela diz que há exceções: na classe médica, por exemplo, são elas que mais se matam.

Entre os jovens, a taxa de suicídio multiplicou-se por dez de 1980 a 2000: de 0,4 para 4 a cada 100 mil pessoas no país. A tendência de aumento, aliás, é global. A psiquiatra diz que a gravidez indesejada na adolescência é um fator de risco importante nessa faixa etária. 

Como os pais podem prevenir o suicídio de um filho? Segundo ela, o principal indício que deve ser valorizado é a mudança de comportamento. Irritação, desesperança, faltas no trabalho ou na escola também devem chamar atenção, assim como comentários de que a vida não vale a pena. Se alguém próximo se matou, o risco aumenta - se for o pai ou a mãe, a propensão é quatro vezes maior.

 

REDES SOCIAIS PREJUDICAM PRODUTIVIDADE NO AMBIENTE DE TRABALHO

Você é uma daquelas pessoas que não deixa de dar uma olhadinha no perfil da sua rede social favorita durante o horário de trabalho?

Caso sua respota seja positiva, sua atitude pode estar prejudicando sua produtividade.

Segundo um estudo desenvolvido pela Deep (Desenvolvimento e Envolvimento Estratégico de Pessoas e Clientes), o uso das redes sociais dentro da empresa evidencia erros e causa desmotivação nos colaboradores.

Para a especialista em desenvolvimento humano e diretora da Deep, Juliana Dutra, o trabalhador assíduo das redes sociais deve rever a utilização dos serviços no período de trabalho.

— O profissional precisa se conscientizar, perceber todas as vezes que ele está usando as redes sociais e separar o que dá para ele resolver depois do trabalho.

Juliana afirma que combinar com os amigos para que eles enviem mensagens fora do horário de trabalho e identificar os principais momentos de perda de foco são duas soluções para os "viciados" nas redes

 

PROFISSIONAIS PERDEM ATÉ  TRÊS DIAS DE TRABALHO POR MÊS COM REDES SOCIAIS, DIZ PESQUISA

Com o acesso cada vez mais fácil à internet e o sucesso das redes sociais, as ferramentas online, cada vez mais utilizadas no ambiente profissional, podem passar de aliadas a vilãs.

Uma pesquisa desenvolvida pela Deep (Desenvolvimento e Envolvimento Estratégico de Pessoas e Clientes) apontou que os trabalhadores gastam, em média, até 1h16 diariamente com questões que envolvem o acesso às redes sociais.

Quando somado, isso significa que um profissional com carga de trabalho de oito horas diárias gasta três dias ao mês nas redes sociais.

De acordo com a especialista em desenvolvimento humano e diretora da Deep, Juliana Dutra, a média foi apurada com a análise do tempo gasto desde o momento em que o profissional interrompe sua atividade para visualizar as redes sociais até a retomada do serviço.

— Muitas pessoas param o tempo todo para atender telefone, olhar mensagens e entrar no facebook (...) Esse tempo [de 1h16 por dia] não é o que elas ficam só digitando, mas o período que elas gastam até se concentrar de novo nas atividades da empresa.

Quando considerado alimentação, transporte, salário base, encargos e benefícios, a perda financeira da empresa com o funcionário será de, em média, R$ 4.523 por ano, avalia a especialista.

Pontos positivos

Segundo Juliana, as ferramentas da internet têm características positivas e negativas, e o que define isso é a forma como elas são utilizadas.

— As redes sociais contribuem com a comunicação, baixa custos e traz mobilidade. Mas, muitas vezes, a má utilização faz com que os aspectos negativos se sobreponham aos positivos.

A pesquisa da Deep chegou ao tempo gasto com redes sociais no ambiente corporativo após acompanhar a rotina de trabalho de 12 profissionais atuantes em escritórios, de diferentes áreas, durante o período de seis meses — todos eram usuários fiéis de redes sociais.

 

APARELHO QUE LEVA AO ORGASMO DEVE SER TESTADO EM MULHERES AINDA ESTE ANO

Um aparelho que leva ao orgasmo com o simples apertar de um botão acaba de ser patenteado nos EUA e deve ser testado em mulheres ainda este ano. A novidade pode ajudar mulheres que sofrem de anorgasmia, ou seja, a incapacidade de atingir o orgasmo.

Apesar do potencial, a novidade não se parece, nem de longe, com um Viagra feminino. Trata-se de um procedimento invasivo: uma caixa um pouco menor que um maço de cigarro implantada sob a pele em uma das nádegas da paciente. O "gerador de prazer" é, então, acionado por um controle remoto externo, que ativa certos nervos da medula espinhal que permitem o orgasmo.   

A paciente deve permanecer consciente durante a operação, para ajudar o cirurgião a posicionar melhor os eletrodos, explica o cirurgião Stuart Meloy, da Carolina do Norte, em entrevista à revista "New Scientist". Ele acrescenta que o procedimento é tão invasivo como um marca-passo, por isso será indicado apenas para casos extremos.

Será que as mulheres vão topar passar por uma cirurgia como essa para ter orgasmos com facilidade? Para Jim Pfaus, que estuda a neurobiologia do comportamento sexual na Universidade Concordia, em Montreal, no Canadá, não há dúvida que sim. "Se garotas de 15 anos fazem operações para aumentar os seios mesmo sem necessidade, claro que vão [querer usar o implante para ter orgasmos]", comenta.

Estima-se que 10% das mulheres nunca chegaram ao orgasmo. E de 30 a 50% se declaram insatisfeitas com sua capacidade de chegar ao clímax. O problema, bem mais comum no sexo feminino, costuma ser tratado com terapia, e ainda não existe nenhum medicamento com essa finalidade. Meloy afirma que ainda é preciso testar o dispositivo em homens, mas ele diz que não há razão para que não funcione da mesma maneira.

 

HOMENS PASSARIAM MAIS DE 4 HORAS POR DIA FAZENDO SEXO, DIZ ESTUDO

Os homens passariam mais de quatro horas por dia fazendo sexo e apenas três horas e meia trabalhando, se pudessem escolher, de acordo com nova pesquisa encomendada pela Unilever. A divisão ideal das horas seria: 4h19 para o sexo, 3h36 de trabalho, 3h22 para ver amigos e familiares, 2h38 comendo e bebendo, 29 minutos para se arrumarem e o restante das horas seria para dormir. As informações são do Daily Mail.

A pesquisa apurou que 64% dos homens usam smartphones e tablets enquanto estão no banheiro e 26% organizam uma lista de afazeres na cabeça enquanto têm relações sexuais com a parceira. Dos entrevistados com menos de 34 anos, 51% acreditam que perdem experiência de vida quando não preenchem todas as horas do dia.

Cerca de 70% deles estariam dispostos a cortar o número de amigos para incluírem mais atividades durante o dia. O tempo de descanso, nas férias, também é aproveitado para 20% dos homens com estudos de uma nova língua. Paul O'Connor, gerente da marca da Unilever, disse que “as exigências da sociedade moderna pressionam os jovens a colocarem cada vez mais coisas em suas vidas”.

 

BRASILEIRO PASSA QUASE QUATRO HORAS POR DIA NA WEB

Apesar de ser acessada costumeiramente por menos de metade da população, a internet é o meio de comunicação que mais toma tempo dos brasileiros.

De acordo com pesquisa divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, o brasileiro gasta em média 3h41 do seu dia navegando na internet.

Os entrevistados da pesquisa disseram ficar, de segunda a sexta-feira, três horas e 39 minutos por dia na rede mundial de computadores.

Aos sábados e domingos, a permanência do usuário na internet aumenta quatro minutos por dia. Essa duração é dez minutos maior do que o tempo gasto pelos brasileiros em frente à TV, cuja audiência atinge 97% da amostragem, sendo a maioria (65%) diariamente.

Segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia 2014 – Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira, 26% das pessoas acessam a internet todos os dias. Percentual que se reduz à medida que diminuem os dias de acesso na semana, até atingir o mínimo de 4% de brasileiros que dizem entrar na internet pelo menos uma vez na semana.

Os jovens são a maioria das pessoas conectadas. Os dados indicam que 78% dos que têm entre 16 e 25 anos acessam a internet pelo menos uma vez por semana. Entre os idosos, com mais de 65 anos, o número cai consideravelmente, para 5%. A diferença também está na renda familiar, já que 78% das pessoas que possuem renda até um salário mínimo disseram nunca usar a internet, enquanto a percentagem cai para 25% entre as famílias que recebem cinco salários ou mais.

Curiosamente, no entanto, as informações buscadas pelos internautas não são as mais confiadas por eles, já que 53% afirmaram confiar poucas vezes em notícias de sites, redes sociais e blogs. Os dois últimos nunca são confiáveis para 20% dos entrevistados, e os sites não são críveis para 16% das pessoas.

 

EXIGIR DEMAIS DO PARCEIRO PODE ABALAR A RELAÇÃO A DOIS

Thinkstock

Por muito tempo, ter um casamento bem-sucedido significava possuir uma casa para morar e contar com uma renda para manter a família. Com o passar dos anos, vieram as aspirações românticas. Já não adiantava o casal ter recursos para prover as necessidade básicas do lar, se não existisse amor conjugal e companheirismo.

Hoje, muitas dessas exigências continuam, mas somadas a outras. Boa parte das pessoas entra em uma relação com o desejo de encontrar a parte que lhe falta para, dessa forma, se sentirem completas. É como se elas depositassem no outro uma certa responsabilidade pela sua evolução pessoal. Mas será que isso não significa exigir demais do par?

O questionamento foi levantado pelo psicólogo Eli Finkel, diretor do Departamento de Psicologia Social da Universidade de Northwestern, em Illinois, nos Estados Unidos, que investigou as expectativas dos norte-americanos em relação ao casamento, no passado e nos dias atuais.

Para Finkel, o nível de exigência entre os casais passou a ser alto demais, principalmente se considerarmos que o tempo e a disponibilidade para se dedicar a uma relação vem diminuindo.

Na opinião do psiquiatra Luiz Cuschnir, coordenador do Gender Group do Instituto de Psiquiatria da USP (Universidade de São Paulo), o erro não está em desejar a ajuda do parceiro no processo de autoconhecimento, mas, sim, em estabelecer papéis para o outro cumprir.

"O parceiro pode contribuir se não for encarado como um professor ou terapeuta", diz Cuschnir. "Expectativas exageradas viram cobrança e as atitudes do outro passam a ser vistas como fundamentais para a satisfação pessoal", explica.

Ter um certo nível de exigência em relação àquela pessoa que você escolheu para dividir a vida a dois é normal, afinal, estar com o outro foi uma preferência entre tantas possibilidades. No entanto, segundo o psicólogo especialista em relacionamentos amorosos Thiago de Almeida, mestre em psicologia pela USP (Universidade de São Paulo), é preciso ter o pé no chão.

"Muitas pessoas confundem o parceiro com um super-herói indestrutível, que vai salvá-lo de todas as situações difíceis. E se esquecem que ele é humano e cheio de defeitos e medos, como todo mundo", afirma.

 

VAIDADE INFANTIL SÓ É RUIM QUANDO INCLUI EROTIZAÇÃO PRECOCE

A vaidade é o desejo natural de atrair a atenção e a admiração de outras pessoas. Ela não é de todo ruim – pode ser benéfica e necessária quando incentiva o crescimento pessoal da criança, estimulando-a a querer ser admirada. Mas é ruim quando começa a dominar a rotina dela e se torna seu objetivo de vida.

"O lado prejudicial da vaidade infantil é quando ela ganha o aspecto da erotização ou da entrada precoce no mundo adulto. A criança ainda não tem estrutura psicológica para exercitar esses papeis e, com isso, acaba queimando etapas de seu desenvolvimento. Dessa forma, a vaidade perde seu caráter valorizador e se torna justamente o contrário: desvaloriza a criança, transformando-a em um objeto", diz Andrea Ramal, doutora em Educação pela PUC-Rio.

O Educar para Crescer listou algumas dicas e sugestões de como evitar que o excesso de vaidade prejudique os seus filhos: 

- Pintar as unhas, usar batom e passar perfume devem ser feitos como uma brincadeira, para estimular a fantasia, e não atitudes levadas a sério;

- Faz parte da brincadeira a criança querer experimentar os sapatos da mamãe – mas saiba que sapatinhos de salto alto podem prejudicar os músculos e a coluna dela;

- Dê o exemplo: ensine valores como honestidade e inteligência, ao invés de dar importância a roupas de marca ou à aparência;

- Crianças muito vaidosas acabam se tornando muito competitivas e pouco cooperativas.

 

 

SEXO AUMENTA A INTELIGÊNCIA, SEGUNDO ESTUDO

Da próxima vez que o parceiro ou a parceira disser que não está no clima para uma noite mais quente, você tem um novo argumento para fazer acontecer: dizer que o sexo pode aumentar a inteligência, além de diminuir o estresse e queimar calorias. Uma pesquisa feita na Universidade de Maryland descobriu que o ato estimula a criação de neurônios localizados no hipocampo, área responsável pela memória de longo prazo. 

A equipe fez testes em ratos e concluiu que, quando as relações sexuais não aconteciam, ocorria uma queda na “inteligência”. "Descobrimos que, mesmo se não tivesse ocorrido a produção de novos neurônios, as habilidades cognitivas adquiridas durante o experimento diminuíam uma vez que submetidos a longos períodos sem atividade sexual", segundo os pesquisadores.

O aumento da atividade sexual inunda as células do cérebro com oxigênio, observaram. Os neurônios são um tipo especializado de célula que compõem os blocos de construção básicos do sistema nervoso. Outra evidência de apoio à descoberta da equipe veio de um estudo realizado pela Universidade Konkuk, na Coreia do Sul. De acordo com o estudo coreano, o sexo aumenta funções intelectuais. Casais mais velhos, mas sexualmente ativos, têm menos chances de desenvolver demência.

 

NOIVAS ENGORDAM AO MENOS 4 QUILOS DEPOIS DO CASAMENTO, REVELA ESTUDO

De acordo com o estudo, as noivas engordam pelo menos quatro quilos seis meses depois de oficializar a união

O casamento muda por completo a vida dos recém-casados, mas segundo um estudo publicado na revista científica Body Image, a união pode ser prejudicial para quem quer manter a boa forma, especialmente para as mulheres. Cientistas australianos descobriram que as noivas engordam pelo menos quatro quilos logo nos seis primeiros meses de união.

 

A pesquisa também comprovou que as mulheres que seguiram meses de dieta rigorosa para perder peso antes do casório, engordaram ainda mais nesse período.

O objetivo do estudo, realizado pelos cientistas da Universidade de Flinders, em Adelaide, na Austrália, era examinar a relação entre o casamento e o aumento de peso. Para isso, eles recrutaram 350 noivas para participar do estudo em feiras de casamento.

 

A pesquisa mostrou que apesar de metade das mulheres terem vontade de emagrecer antes de casar, a maioria delas não teve alteração no peso, ou seja, nem emagreceu ou engordou.

No entanto, seis meses após o casamento, as participantes engordam, em média, 4,7 quilos, sendo que as que fizeram dieta antes do grande dia ganharam ainda mais peso.

 

As noivas que tinham como objetivo emagrecer antes do casamento pretendiam eliminar nove quilos. No entanto, as que conseguiram perder peso voltaram a engordar, em média, 3,2 quilos nos primeiros seis meses de casada.

Já as noivas que sentiram mais pressão para emagrecer e entrar no vestido engordaram até 4,5 quilos depois da cerimônia, quase três vezes mais do que as noivas que não foram pressionados a perder peso.

 

 

HOMENS SOFREM MAIS COM PÉ NA BUNDA QUE MULHERES

É o que garante um estudo realizado por sociólogos das universidades do Estado da Flórida e Wake Forest. Eles entrevistaram 1,6 mil pessoas entre 18 e 23 anos para saber como reagiam a um pé na bunda. A forma de medir o estresse variava entre homens e mulheres: eles bebiam mais eabusavam de drogas, enquanto elas tendiam a ficar deprimidas e ansiosas.

E, olha só, eram eles os que sofriam mais, saíam por aí enchendo a cara para afogar as mágoas. Elas também se deprimiam. Mas por menos tempo que eles.

Surpreendente? Os pesquisadores acham que a culpa é do suporte emocional. As mulheres não veem muito problema em abrir o coração e desabafar com os amigos. Aí a dor passa mais rápido. Mas eles não… a relação mais íntima é quase sempre com a namorada.

É, eles só disfarçam melhor…

 


MULHERES PREFEREM TRAIÇÃO SEXUAL A EMOCIONAL, DIZ ESTUDO

Quatro quintos delas disseram que sentiriam mais ciúmes do parceiro caso ele se apaixonasse por alguém do que se tentasse novas posições sexuais com outra mulher Foto: Getty Images

Mulheres preferem que seus parceiros tenham um caso do que estabeleçam um vínculo emocional com outra mulher, diz uma nova pesquisa. 

Um estudo recente mostrou que dois terços das mulheres acham o apego emocional mais dolorido do que o sexo extraconjugal.

Já para os para os homens o quadro é um pouco diferente: apenas um terço acredita que o laço emocional com outro homem dói mais do que um simples caso.

Quatro quintos delas disseram que sentiriam mais ciúmes do parceiro caso ele se apaixonasse por alguém do que se tentasse novas posições sexuais com outra mulher. Enquanto isso, metade dos homens disse que a simples ideia de ver sua parceira na cama com outro alguém representa uma enorme chateação.

O estudo questionou 477 adultos sobre diferentes cenários de infidelidade emocional e sexual, para identificar o que seria mais dolorido. De um modo geral, as mulheres acham que as transgressões emocionais de seus parceiros são mais difíceis de lidar do que uma traição física. O oposto acontece com o homens, que se sentem mais prejudicados diante de traições sexuais.

Quando amor e infidelidade correm juntos, o cenário pareceu uma grande traição para os homens, mais do que para as mulheres.

Um terço das participantes do sexo feminino disse que ficaria magoada se o seu parceiro se mostrasse interessado sexualmente em uma ex-namorada, mais do que se eles se envolvessem emocionalmente com uma antiga paixão.

Novamente, o oposto se mostrou verdade para os homens, com a maioria se sentindo mais machucada diante de qualquer interesse sexual por parte da parceira. Os pesquisadores questionaram os participantes sobre estilo de vida, o quão emocionalmente próximos estavam de seus parceiros e histórico sexual.

Gary Brase, autor do estudo, acredita que o comportamento dos homens tem a ver com a dúvida sobre a paternidade. “Os homens nunca podem ter absoluta certeza de que seus filhos carregam seus genes”, pontuou. “Esta perspectiva pode fazer os homens mais sensíveis à infidelidade sexual por parte de sua companheira.”  

Já as mulheres, por outro lado, enfrentam um problema potencial diferente, que é o de assegurar o investimento paternal contínuo. “Esta possibilidade deve fazer as mulheres mais sensíveis à infidelidade emocional de seu companheiro”, conclui o especialista.

 

ROUPAS APERTADAS PODEM CAUSAR CELULITE, VARIZES E ESTRIAS

A lista de inimigos da celulite é extensa e conhecida. Nada de refrigerantes, nada de frituras, nada de açúcar ou de sal em excesso.  Na hora de enumerar os adversários da pele lisa, a maioria das pessoas não inclui as roupas apertadas.

Sim. Sabe aquela calça jeans justíssima, com as gordurinhas pulando para fora? Além de ser deselegante, ela pode dificultar a sua batalha contra a celulite.

A formação da celulite acontece devido a um processo inflamatório do tecido celular subcutâneo. Entre os fatores que o acarretam estão a retenção de líquido, a gordura localizada e a má circulação. Roupas apertadas, jeans ou de outros tecidos, roupas íntimas e até cintas compressoras podem dificultar a circulação local.

Existem uma série de outros motivos responsáveis pelo acúmulo de gordura localizada e de retenção de líquidos - venenos para o surgimento da celulite. Além de agravar os furinhos, roupas apertadas ainda podem provocar outros tipos de problemas, como pelos encravados e estrias.

Calça muito apertada pode causar foliculite, pois corta o pelo, causando uma inflamação no folículo, área em que o pelo nasce. Por isso, algumas mulheres ficam com aqueles carocinhos no bumbum. Outro problema são as estrias, já que as fibras elásticas da pele podem ser danificadas pelas roupas apertadas.

 

BRASILEIRO TRABALHA DOIS MESES APENAS PARA PAGAR JUROS DE DÍVIDAS

O brasileiro endividado trabalha 52,5 dias - o que dá quase dois meses -  apenas para pagar os juros. 

Segundo a Folha de S. Paulo, em 2013, a despesa de pessoas físicas com juros de empréstimos somou R$ 233 bilhões. O estudo estimou a renda anual do consumidor de R$ 1,62 trilhão no período, o que indica que os juros totais pagos em dívidas consumiram 14,4% dos ganhos em 12 meses.

A pesquisa também aponta que cerca de 60% das famílias brasileiras possuem algum tipo de dívida.

Os cálculos da Fecomercio se basearam em dados levantados pela entidade mensalmente em todas as capitais com 18 mil consumidores, em estatísticas da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), do IBGE, e do Banco Central.

 

 

NOVO TESTE DE CÂNCER DE PRÓSTATA PODE APOSENTAR TOQUE RETAL

Divulgação

Um teste barato, fácil e preciso para detectar o câncer de próstata pode estar disponível nos próximos meses. Estudos mostram que o novo teste, feito com a urina, pode ser duas vezes mais confiável que o exame de sangue existente para a detecção da doença.

O teste também informa aos médicos a gravidade do câncer. Além de salvar vidas, vai aposentar, segundo especialistas, o toque retal. É descrito como o maior avanço no diagnóstico do câncer de próstata em 25 anos.

Além de preciso, deve custar, quando chegar ao mercado, menos de R$40 por paciente, o que permitiria a realização de testes em todos os homens a partir dos 40 anos, como acontece com o câncer de mama.

O material foi desenvolvido por estudiosos da britânica Universidade de Surrey. Cientistas anunciaram ter chegado a um acordo com duas empresas, o que porá o teste em consultórios médicos ainda este ano.

O inventor do teste é o professor de oncologia médica Hardev Pandha, que acredita no potencial de poder detectar rapidamente a doença, salvando centenas de vidas a baixo custo.

 

PESQUISA REVELA DIA E HORÁRIO PREFERIDO DE CASAIS PARA TER RELAÇÃO SEXUAL

Uma pesquisa britânica revelou que sábado a noite, por volta das 19h30, é o horário preferido dos casais para fazer sexo. Ainda segundo levantamento, a terça-feira é o dia mais detestável.

De acordo com o levantamento, entre os entrevistados casados, a maioria disse que tem sim dia seu preferido para ter relação sexual. Geralmente é durante o fim de semana.

Para a sexóloga, Carla Cecarello ter dia marcado para ter relação "perde a espontaneidade".

— Quando a pessoa sabe que vai ter o sexo, ela já pensa que vai dormir tantas horas a menos. Que Isso vai demandar mais trabalho.

A pesquisa ainda revelou que a maioria dos casais que se uniram nos últimos três anos não fizeram sexo na noite de núpcias. Para os homens, a razão está na ingestão de bebida alcoólica e as mulheres afirmaram que era o cansaço.

 

BAFÔMETRO PODE DETECTAR CÂNCER DE MAMA EM 10 MINUTOS

A investigação mostra que o kit é tão preciso como raios-X rotineiramente utilizados em hospitais. Demora menos de dez minutos para detectar a doença e seus fabricantes dizem que pode reduzir a necessidade de mamografias desconfortáveis.

Ao tirar o constrangimento do procedimento, ele também pode levar a maior quantidade de consultas de mulheres e salvar mais vidas.

O câncer de mama é a segunda maior causa de morte por câncer entre as mulheres depois do câncer de pulmão, alegando quase 1.000 mortes por mês. No entanto, o número de mulheres que fazem mamografias trienais está caindo, em meio a preocupações de que os raios-X não conseguem distinguir os cancros perigosos.

O kit BreathLink foi desenvolvido por uma empresa dos EUA e já está à venda na Europa. Tudo começa com uma mulher respirando por dois minutos em um bafômetro. O ar é colocado para dentro de uma máquina, que analisa os níveis de produtos químicos. Os resultados vão para o computador, que determina se o padrão químico é um sinal de câncer de mama.

Michael Phillips, professor de medicina na New York Medical College, e uma das mentes por trás do teste de respiração, disse: "Nós sabemos que, com o kit, se você conseguir um resultado negativo no teste de mama, há uma probabilidade de 99,9% de chance de realmente não ter câncer, praticamente sem falsos diagnósticos. Eventualmente, o médico e a paciente podem decidir se ela precisa ou não passar pela mamografia. Isso significa que a grande maioria das mulheres não precisará se submeter ao trauma desse tipo de exame.”.

No entanto, o Dr. Phillips salienta que estudos maiores são necessários antes do seu equipamento se tornar a primeira escolha para o rastreio do câncer da mama.

 

MULHERES COM MAIS DE 70 ANOS "TÊM O MELHOR SEXO DE SUAS VIDAS"

Pesquisadora americana conclui que mulheres mais velhas são mais aventureiras e confiantes na sua sexualidade que as jovens

Segundo a crença popular, o desejo e a atividade sexual diminuem com a idade, especialmente nas mulheres. Mas uma acadêmica da American University, de Washington, sugere que mulheres com mais de 70, 80 ou até 90 desfrutam a melhor atividade sexual de suas vidas.

Iris Krasnow, professora de Jornalismo e Estudos Femininos, entrevistou 150 mulheres entre 20 e 90 anos sobre os seus segredos mais íntimos e teve conversas surpreendentes e reveladoras - que acabada de publicar no livro Sex After...: Women Share How Intimacy Changes as Life Changes ("Sexo depois dos...: Mulheres compartilham como a intimidade muda com as mudanças da vida", em tradução livre).

Krasnow abordou o assunto de vários ângulos, indagando sobre a atividade sexual em diferentes fases da vida: depois da faculdade, da maternidade, da menopausa e da viuvez.

Descobriu que as mulheres mais velhas eram mais aventureiras e mais confiantes na sua sexualidade que as jovens que estão em fase de "envolvimento" ou namoro. "A era da senhora", diz.

'Frágil, enrugada e seca'

Suas entrevistadas eram de diferentes idades, classes sociais, raças, culturas e religiões. Mas o fator comum é que relatos de sexo bom estavam sempre ligados ao desenvolvimento de intimidade e conexão emocional.

"As pessoas pensam sobre o sexo até o momento em que morrem", disse Iris Krasnow, em entrevista à BBC Mundo (serviço espanhol).

E, de acordo com o que dizem, não estão só pensando, mas também praticando e se divertindo. "A era da mulher de 78 anos, frágil, enrugada e seca é coisa do passado", disse a autora.

Ela acrescentou que as mulheres entre 80 e 90 anos estão na faixa etária que mais cresce dentro da população idosa, em muitos países ocidentais. O que estamos vendo agora é não só um aumento na longevidade, mas o aumento da atividade sexual neste setor da sociedade.

Este crescimento da expectativa de vida vem com melhores remédios, mais vigor, mais exercício, melhor dieta e saúde - o que resulta numa população de terceira idade mais sexual e saudável do que antes.

 

 

POLÊMICA: LEITE MATERNO NÃO É MELHOR DO QUE "LEITE DE SUPERMERCADO", AFIRMA CIENTISTA

Os benefícios da amamentação têm sido exagerados, sugere um novo estudo. Uma comparação entre irmãos alimentados de forma diferente durante a infância sugere que o leite materno não é melhor do que o leite engarrafado no quesito de melhorar a saúde a longo prazo.

A doutora Cynthia Colen, da Universidade Estadual de Ohio, disse que suas descobertas não são destinadas a desafiar ideias estabelecidas, mas pode impedir que as mulheres que não podem amamentar se sintam estigmatizadas.

Aqueles que promovem a mensagem de que “o peito é o melhor”, incluindo o Departamento de Saúde, afirmam que a amamentação protege contra a obesidade, alergias, asma e diabetes. Porém, a pesquisa de Colen sugere que as crianças amamentadas não têm melhor desempenho do que os seus irmãos que são alimentados com mamadeira.

A Dra. Colen também afirma que as crianças que são amamentadas são mais propensas a desenvolver asma do que aquelas que são alimentados com mamadeira. Ela disse: "Muitos estudos anteriores sofrem de viés de seleção. Eles não controlam estatisticamente fatores como etnia, idade, renda familiar, o emprego da mãe e outras coisas que sabemos que pode afetar tanto a amamentação quanto os resultados de saúde”.

Ela ainda afirma que os irmãos alimentados com mamadeira executam tarefas tão bem, a longo prazo, quanto aqueles que são amamentados. "Mães com mais recursos, com níveis mais elevados de educação e níveis mais altos de renda, e maior flexibilidade em suas programações diárias são mais propensas a amamentar seus filhos e fazer isso por longos períodos de tempo”.

O NHS recomenda que as mães amamentem por cerca de seis meses.

 

 

CASAMENTO INFELIZ PODE CAUSAR DEPRESSÃO E DOENÇAS CARDÍACAS

 Foto: Getty Images

Não é novidade que um casamento infeliz pode trazer diversos problemas para a vida de uma pessoa. No entanto, agora, uma nova pesquisa afirma que manter uma relação falida pode ser até mesmo fatal. 

Pesquisadores norte-americanos acreditam que o estresse causado por um casamento infeliz pode afetar seriamente a saúde física. Eles sugerem que pessoas insatisfeitas com seus parceiros podem apresentar maiores riscos de depressão, pressão alta e até mesmo doenças cardíacas. 

O desgaste causado por um casamento infeliz pode levar a hábitos pouco saudáveis, como fumar e beber, e ainda aumentar o nível do hormônio do estresse, o que resultaria em aumento da pressão sanguínea e da frequência cardíaca.  A teoria da líder da pesquisa é fortalecida por estudos anteriores, que mostram que a felicidade de um casamento bem-sucedido pode ter forte influência na saúde física.

Recentemente, uma pesquisa da University of Utah revelou que as pessoas que pensam que seus parceiros não são companheiros têm mais chances de desenvolver doenças do coração. Outro estudo descobriu que quem diz que seus maridos ou mulheres são companheiros, mas também perturbadores, apresenta níveis mais altos de calcificação das artérias. Ainda, uma pesquisa da UCLA concluiu que homens em casamentos estáveis têm ossos mais fortes do que aqueles solteiros ou divorciados.

 

MULHERES INFIÉIS PREFEREM SE FANTASIAR DE ENFERMEIRA NA CAMA

Enfermeira, colegial e faxineira são as fantasias preferidas das mulheres Foto: Getty Images

Se fantasiar é quase um regra no Carnaval, mas usar roupas divertidas e ousadas não é um costume só durante os blocos do feriado, mas também pode fazer milagres entre quatro paredes. E os homens gostam! Segundo um levantamento do site AshleyMadison.com, plataforma canadense especializada em relacionamentos extraconjugais presente em 31 países e que tem 22 milhões de usuários, 42% dos homens acham sensual ver a parceria de fantasia na cama. Para 34% deles, a situação está mais para divertida e 25% acham esquisito.

A pesquisa ouviu 2.814 usuários de ambos os sexos e concluiu que a fantasia preferida das mulheres é a de enfermeira, depois colegial, em seguida vêm as roupas estilo faxineira. Policial, secretária, salva-vidas, Penélope Charmosa, melindrosa, marinheira e cozinheira completam a lista.

E, para as mulheres que ousam na hora de escolher as fantasias, 34% se sentem com mais tensão no momento a dois, 28% disseram ter uma relação mais selvagem, 20% apostam na diversão e 18% afirmaram se sentir mais confortável com o próprio corpo.

Além das roupas, as fantasias também envolvem a criatividade dos casais e 54% das mulheres disseram já usar este tipo de vestimenta com o amante, contra 46% que nunca experimentaram a experiência.

"Como sabemos que os infiéis sempre acabam realizando suas fantasias com mais liberdade quando estão com o amante, aproveitamos o momento carnavalesco para saber o que as mulheres usuárias do site preferem vestir na hora do sexo”, comenta Eduardo Borges, responsável pelo AshleyMadison.com no Brasil.

 

 

BEBIDA ALCOÓLICA É REPONSÁVEL POR 15% DAS MORTES DE CÂNCER DE MAMA

A bebida alcoólica é responsável por 15% das mortes de câncer de mama.  Isso ocorre devido ao aumento dos níveis de estrogênio e testosterona no sangue. 

Para a nutricionista dra. Michelle Harvie, pesquisadora do Centro de Prevenção do Câncer de Mama, o álcool deixa o tecido da mama mais suscetível a danos causados pela células cancerígenas. 

Para evitar esse risco, recomenda-se o consumo de ácido fólico que pode ser encontrado em verduras, legumes e cereais integrais.

 

SEIS EM CADA DEZ BRASILEIROS SÓ VÃO AO MÉDICO QUANDO ESTÃO DOENTES

Seis em cada dez brasileiros só vão ao médico quando já estão doentes. É o que mostra uma pesquisa do Instituto Data Popular. Segundo os médicos, a prevenção é a melhor forma de reduzir o risco de doenças graves como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC), que podem deixar sequelas e até matar.

“Essas doenças mais graves, elas são sempre precedidas por outras doenças, principalmente hipertensão, diabetes, problemas de colesterol. E esse tipo de coisa a gente consegue detectar precocemente”, explica o supervisor do pronto-socorro do Hospital das Clínicas/SP, Lucas Zambon.

A obesidade é um fator de risco importante para essas doenças. É preciso estar atento ao problema. A pesquisa mostra também que mais da metade dos entrevistados está acima do peso ideal, mas só 10% das pessoas obesas fazem dieta.

Para o presidente do Instituto Data Popular Renato Meirelles o discurso do brasileiro é mais consistente do que a prática. “Três quartos afirmam se preocupar diariamente com a forma. Agora na prática não é bem assim que funciona – 57% não abrem mão de comer doce e fritura e pasmem, 81% não fazem atividade físicas de forma regular”.

Todo mundo sabe que alimentação saudável e atividade física ajudam a prevenir doenças. Entretanto, também é necessário dormir bem, curtir a família, os amigos, se divertir e fazer exames periódicos. “Com certeza com isso a sua qualidade de vida vai melhorar também”, finaliza Zambon.

 

CÉREBROS HUMANO E CANINO TÊM A MESMA REAÇÃO A VOZES, SUGERE ESTUDO

Donos de cachorros costumam afirmar que seus animais de estimação conseguem entendê-los. Um novo estudo publicado no periódico Current Biology sugere que essas pessoas podem estar certas.

Ao colocar cães em um equipamento de ressonância magnética, pesquisadores húngaros descobriram que o cérebro desses animais reage da mesma forma que um cérebro humano a vozes de pessoas.

Outros sons carregados de emoção, como choro ou risadas, também geraram reações parecidas, o que talvez explica o fato de cachorros conseguirem se sintonizar às emoções de seus donos, afirmam os pesquisadores.

"Acreditamos que cães e humanos têm um mecanismo bastante similar para processar informações emocionais", disse Attila Andics, da Universidade Eotvos Lorand e coordenador do estudo.

 

"Os cães são animais muito interessantes de se investigar porque muitos de seus traços desses os tornam dóceis em relação aos humanos. Alguns estudos mostram que eles entendem muitas palavras e o que queremos dizer quando apontamos para alguma coisa".

"É algo bastante relevante encontrar isso em cães e não só em primatas, mas seria interessante também ver a reação desses animais a palavras. Risos e choros são parecidos com sons animais e por isso podem gerar esse tipo de reação.

"Um avanço seria demonstrar sensibilidade dos cães a palavras no idioma de seus donos."

 

 

 

É ENTRE AS 6 E O MEIO DIA QUE OCORREM 50% DOS PIRIPAQUES NO CORAÇÃO

"Deus ajuda quem cedo madruga" e, dependendo do organismo do madrugador, a intervenção divina se faz necessária. É entre as 6 e o meio-dia que ocorrem 50% dos piripaques no coração.

Durante a manhã, nosso sistema cardiovascular sofre uma sobrecarga de cortisol e adrenalina. Apesar de nos deixarem mais dispostos, esses hormônios aumentam a pressão arterial e aceleram a frequência cardíaca. "A ação do cortisol e da adrenalina favorece a formação de placas de gordura nas artérias", explica o cardiologista Marco Antônio de Mattos, do Instituto Nacional do Coração.

Já o dia de maior risco para o coração é a segunda-feira. A conclusão é de um estudo da USP: de 173 mil internações por ataques do coração registradas entre 1987 e 1996 em 17 hospitais, desproporcionais 20% foram no primeiro dia útil da semana. "A chegada da segunda-feira funciona como um gatilho, que desencadeia problemas cardíacos, como arritmias, anginas e tromboses. Isso se deve ao estresse físico e emocional provocado pela transição de um período de descanso e relaxamento para outro, de tensão e ansiedade", afirma o coordenador do estudo, o cardiologista Juan Yazlle Rocha.

Antes que os hipocondríacos comecem a imaginar ataques cardíacos ao acordar, vale lembrar que, para sofrer um enfarte ao raiar do dia, valem os mesmos fatores de risco de todas as outras horas. Hipertensão, diabetes, colesterol alto, tabagismo, sedentarismo e histórico familiar continuam contando mais do que o estado hormonal matinal.

 

 

HOMENS BRASILEIROS LIDERAM A LISTA DOS MAIS CIUMENTOS DO MUNDO, APONTA ESTUDO

Você é uma pessoa ciumenta? Até que ponto você sente ciúme das coisas e pessoas que gosta?

Um estudo realizado pela Universidade de Sunderland, no Reino Unido, mostrou que os homens brasileiros são considerados os mais ciumentos de todo o mundo.

Conduzido por Gary Brase, o estudo, com pessoas de diversas nacionalidades, revelou ainda que são os japoneses os menos ciumentos.

Para a psicóloga e doutora em psicanálise Priscila Gasparini Fernandes, o sentimento de ciúme existe em todas as pessoas.

— Ciúme é natural do ser humano. Quem disser que não tem ciúme, está mentindo. O que acontece é que algumas pessoas são melhores em não demonstrar isso.

Priscilla Gasparini diz que o ciúme pode existir em até três graus.

— Leve, moderado e grave. O ciúme é patológico quando o medo de perder a pessoa é maior que o prazer que estar com ela.

Ela diz ainda que os níveis mais altos de ciúme precisam ser tratados com terapia e até mesmo remédios.

— Já tive que mandar internar paciente que representava risco para si mesmo e para a vida da companheira. A pessoa fica um mês sem ter contato com ninguém, depois recebe ligações e, só depois disso, visitas.

O estudo, que aponta os brasileiros como os mais ciumentos, diz que homens, geralmente, têm medo que suas parceiras façam sexo com outros homens, enquanto as mulheres apontam que têm mais medo que seus parceiros se liguem emocionalmente a outras mulheres.

Priscilla dá dicas para essas pessoas controlarem seus sentimentos e, também, para os parceiros e parceiras.

— Tem que tentar ser mais racional, trabalhar com dados e fatos reais. Não pode se deixar levar por achismos. A pessoa ciumenta acha, imagina e em cima disso começa a construir uma fantasia. A pessoa que está com o ciumento precisa sempre reafirmar seu amor, dar sinais que façam o parceiro se sentir seguro. O ciúme nada mais é que uma insegurança. As mulheres enxergam o ciúme como um sinal de importância na vida do homem, mas quando está passando do normal, é melhor procurar uma avaliação.

 

PAIXÃO FAZ BEM PARA A SAÚDE

Quem nunca se sentiu realizado, feliz, alegre, animado quando está apaixonado por alguém? A paixão faz bem não só para a alma, mas também para a nossa saúde. 

Segundo o psicólogo do HNSG (Hospital Nossa Senhora das Graças), José Palcoski a sensação de bem-estar se dá por causa da liberação de ocitocina, conhecido como o hormônio do amor, pois está “intimamente ligada à sensação de prazer e de bem estar físico e emocional”. Além disso, o hormônio provoca a sensação de segurança e de fidelidade entre o casal.

A relação amorosa também faz as pessoas se sentirem mais otimistas em relação à vida.

— Isso ocorre, pois elas alteram o pensamento que possuem sobre si mesmas, passando a sentirem-se mais completas e capazes.

 

BEIJO TAMBÉM FAZ BEM PARA  SAÚDE, DIZ ESPECIALISTA

Beijar a pessoa amada com paixão faz bem à saúde, combate dores de cabeça, cólicas menstruais, cáries e melhora o humor, afirma a escritora Andréa Demirjian em seu livro Beijos: tudo o que você precisa saber sobre os prazeres da vida.

A especialista explica que o ato de beijar melhora a circulação sanguínea, assim como os batimentos cardíacos e diminui a pressão, sendo mais eficiente que o sexo. Além disso, a publicação revela que a salivação provocada pelo beijo ajuda a combater cáries e a movimentação causada pelo ato tonifica a pele e evita o aparecimento de rugas.

De acordo com Demirjan, um estudo alemão já provou que homens que recebem um beijo da pessoa amada antes de ir ao trabalho são mais produtivos. O guia ainda revela várias curiosidades sobre o beijo, desde as melhores técnicas até suas possíveis origens.

Segundo a autora, as teorias mais aceitas são a de que o ato tenha surgido por instinto de procriação. Outra hipótese é que introduzimos o hábito por questão cultural.

 

ESTUDO MOSTRA QUE TODO MUNDO VAI ENCONTRAR O GRANDE AMOR

Você é uma daquelas pessoas românticas que acreditam no amor?

Se sim, pode se animar. Se não, pode se animar também.

Um estudo britânico revela que todo mundo vai achar o grande amor.

Encomendado para o lançamento do romance “O Projeto Rosie”, de Graeme Simsion, o estudo diz que, na média, a mulher vai beijar 15 pessoas e ter o coração partido duas vezes antes de achar o verdadeiro amor.

O estudo ainda detalha mais. Antes de achar o homem dos sonhos, a mulher vai ter dois relacionamentos longos, quatro encontros desastrosos e quatro namorinhos casuais.

Para os homens, a pesquisa também aponta números parecidos com os das mulheres. Os rapazes beijam, em média 16 pessoas, têm dois relacionamentos sérios, dois corações quebrados e também quatro encontros desastrosos. O número de encontros casuais é um pouquinho maior, seis vezes.

Cerca de duas mil pessoas foram entrevistadas para que o estudo fosse concluído.

No fim das contas, a pesquisa é encarada com bom humor, afinal não dá para seguir à risca. No entanto, é uma brincadeira que serve para dizer que todo mundo vai encontrar o amor da sua vida.

 

 

VIAGRA FEMININO PROMETE AUMENTAR SIGNIFICATIVAMENTE O PRAZER DAS MULHERES

Uma nova pílula que está sendo chamada de “Viagra feminino”, chega às lojas na Inglaterra este mês. O comprimido tem como objetivo aumentar significativamente o prazer das mulheres. Ele é feito à base de ervas, e se chama Lady Prelox.
 
A pílula contém casca de pinheiro francês, chamado Pycnogenol, e custará cerca de 130 reais (caixa com 60 comprimidos para durar 30 dias).
 
A Nord Pharma, fabricante da novidade, afirma que o produto “aumenta a libido e a excitação em mulheres”, já que “estimula o fluxo sanguíneo para os órgãos reprodutivos, bem como o cérebro”.
 
As pesquisas realizadas na Itália, com 40 voluntários entre 40 e 50 anos de idade, além de um grupo de mulheres entre 37 e 45 anos, mostraram que houve melhora na vida sexual depois de 8 semanas.

 

 

HOMENS SE PREOCUPAM MAIS COM A SATISFAÇÃO DO PARCEIRO DO QUE AS MULHERES

De acordo com estudo divulgado em janeiro de 2014, 70% dos homens considera que a prioridade na relação sexual é dar prazer, enquanto 53% das mulheres pensa da mesma maneira. A pesquisa, patrocinada pela marca de preservativos Durex, reuniu informações sobre sexualidade e educação sexual em 37 países. No Brasil, foram entrevistados 1.004 homens e mulheres, de 18 a 25 anos, entre heterossexuais e homossexuais.
 

Para a psiquiatra Carmita Abdo, do Projeto Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP), os dados indicam uma mudança de paradigma. "Enquanto metade das mulheres não se sente na obrigação de satisfazer o parceiro, pouco mais de um quarto dos homens pensa assim. Isso é uma decorrência da liberação sexual feminina".
 

Segundo Carmita, hoje em dia a mulher tem mais parceiros do que nas gerações passadas. Tem mais condições de conhecer aquilo que gosta e comparar relações diferentes. “A mulher não quer apenas sexo, mas sexo de qualidade".
 

Para os homens mais inseguros, a prioridade em satisfazer pode se converter em ansiedade e pressão e até comprometer o desempenho. Ainda assim, a psiquiatra não vê a situação como prejudicial à saúde sexual masculina. "Os homens têm a oportunidade de se tornarem melhores amantes. À medida que há preocupação de agradar, as pessoas podem se tornar sexualmente mais preparadas". Ela explica que o desempenho sexual melhora não só com a prática, depende também da finalidade da relação. Uma vez que o objetivo do sexo para o homem deixou de ser apenas a ejaculação, a tendência é que se amplie a variedade das práticas sexuais.
 

Coincidentemente, o Brasil destacou-se na mesma pesquisa pela diversidade dessas práticas. “O repertório do brasileiro varia mais que a média mundial. Talvez por isso tenhamos a fama de povo sexualmente mais bem resolvido", afirma Carmita. Cerca de metade dos entrevistados brasileiros diz receber sexo oral e 36%, masturbação. Na média global, são, respectivamente, 33% e 22%. Além disso, 15% da amostra nacional alega praticar sexo anal, enquanto no resto do mundo a média é de apenas 8%.

 

 

NOVO ESTUDO APONTA QUE MEDICAMENTOS PARA FEBRE PODEM PROPAGAR GRIPE

Quando estão gripadas, as pessoas conseguem reduzir a febre e aliviar as dores no corpo tomando medicamentos como aspirina, paracetamol e ibuprofeno. Todavia, essa ação pode ter consequências indesejadas.

Usando projeções matemáticas, o novo estudo concluiu que medicamentos contra a febre aumentam a propagação da gripe ao aumentarem a dispersão do vírus e a interação entre pessoas infectadas e não infectadas.

A febre combate o vírus por meio da redução da sua capacidade de reprodução. Esse efeito é eliminado com a redução da febre, o que aumenta a taxa e o tempo de dispersão do vírus.

"Não estamos dizendo que as pessoas devam evitar esses medicamentos. Porém, esse efeito acontece quando os tomamos, embora não seja evidente", afirmou David J.D. Earn, autor sênior do estudo e professor de Matemática da Universidade McMaster, em Hamilton, Ontário.

Os autores do estudo, publicado no periódico "Proceedings of the Royal Society B", reconhecem que os números que forneceram são inexatos. Entretanto, eles estimam que seja possível evitar ao menos 700 mortes e muitos casos graves anualmente se esses medicamentos não forem utilizados.

"A mensagem real é clara. É melhor ficar e manter seus filhos em casa para não infectar as outras pessoas", afirmou Earn.

 

 

 

 

 

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) está oferecendo vagas de emprego e em diversas áreas.

Para verificação de vagas de emprego é obrigatório à apresentação dos documentos: CPF, Carteira de trabalho, Carteira de identidade e/ou Carteira de habilitação, Comprovante com numeração do PIS.

É importante a apresentação de currículo (preferencialmente com foto 3x4) no momento da entrevista com o empregador.

As vagas de emprego somente serão detalhadas ao trabalhador no posto de atendimento (SINE), portando a documentação exigida

Mais informações através do telefone: Fone/FAX: (34)3831.6090

Veja abaixo as vagas disponíveis.

Clique aqui para visualizar as vagas.

http://www.patrocinio.mg.gov.br/downloads/vagasine03062013.pdf

 

 

 

Taylor Comunicações

 

 

 

PatroNews.webnode.com.br